Return to site

Entenda os tipos mais comuns de permuta

Saiba as opções na hora de vender o seu terreno

· Venda de Terreno

Quando falamos em transações de terreno, é muito comum ter como parte da oferta algo em permuta. Contudo, por mais que seja largamente usado, não fica evidente para os proprietários as possibilidades que ele pode ter. Neste blog post iremos apresentar os tipos de permuta, suas características e diferenças.

Permuta Física

Com segurança este é a modalidade mais usada e conhecida por todos. A permuta física pode se dar em duas formas: a troca do terreno por imóveis a serem construídos no próprio terreno, ou a troca por imóveis já construídos em outro lugar.

Pegando por exemplo um terreno com possibilidade para um empreendimento multifamiliar, numa permuta por imóveis a serem construídos, o proprietário da área receberá uma quantidade de apartamentos os quais os seus valores represente o preço da área.

O percentual de apartamentos que será dado irá variar de empreendimento para empreendimento, dependendo do padrão que será feito, as peculiaridades do terreno e o método de viabilizar e construir do comprador. Por exemplo, terrenos de alto padrão normalmente terão um percentual mais elevado que uma área com vocação para empreendimentos Minha Casa Minha Vida, pois, consegue ter uma lucratividade mais atraente, possibilitando pagar mais pela área.

Quando falamos em permuta física em imóveis já prontos, o que irá diferir é que este mesmo percentual será completado por imóveis em estoque do comprador. Tende a ser uma boa saída pro proprietário da área que reside no terreno que será vendido.

É necessário cuidado, que muitas vezes a quantidade de apartamento a receber pode ser bem grande, e os gastos como ITPU e condomínio, além da venda dos imóveis será de responsabilidade do proprietário da área.

Mas será que vale a pena permutar? Confira este outro artigo

Permuta financeira

Já a permuta financeira é menos frequente que a física, neste caso em vez do comprador entregar unidades para o vendedor, ele irá entregar dinheiro efetivamente. A lógica é que a medida que as unidades serão vendidas, o percentual que ficará para o proprietário da área será preenchido com estes valores.

Neste caso, a ordem de unidades a ser vendidas e quando ocorrerá o pagamento vai depender de cada negociação.

A permuta financeira se destaca que o permutante não precisará se preocupar em vender as unidades que ele iria receber, tendo uma liquidez maior e menos dor de cabeça.

Ambas formas tem seus prós e contras, mas tendem a ser boas opções tanto para proprietários quanto para empreendedores. Lembre-se que está se formando uma parceria entre os dois lados e ambos precisam sair ganhando.

Conte sempre com um especialista no assunto para ajudar na hora de comercializar a sua área para garantir o melhor negócio possível. Converse com um especialista do Vendo Meu Terreno para entender as oportunidades no seu caso.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly