Return to site

Smart Cities: qual é o papel dos empreendedores

· Empreendimentos

A urbanização e o desenvolvimento rápido de grandes cidades por todo o mundo e, na maioria das vezes, mal planejada, gerou um crescente desequilíbrio entre as necessidades da população e do meio ambiente.

Um dos maiores desafios dos gestores públicos é promover serviços com qualidade, administrando recursos de forma mais eficiente e contando com a participação da população na gestão. Tudo isso de maneira sistêmica e integrada com a cidade.

Devido à essa urgência no desenvolvimento e implantação de sistemas, ações e/ou ferramentas mais sustentáveis, de novo, a tecnologia se faz grande aliada e disto surge o conceito de Smart Cities.

Mas afinal, por que é importante que você saiba disto?

Porque você também é chave fundamental neste processo, já que faz parte do setor da construção civil! Mais do que nunca, esse é o momento para pensar não somente nos lucros e no crescimento da sua empresa. Mas também no papel que você e sua companhia querem desempenhar no desenvolvimento da nossa sociedade.

Por isso esse tema é tão importante e vamos abordá-lo aqui. Mas antes de mais nada vamos começar explicando:

O que são as smart cities?

De acordo com a União Européia, tratam-se de sistemas de pessoas interagindo e utilizando energia, materiais, serviços e financiamentos para o desenvolvimento econômico e qualidade de vida da população.

Esse conceito é considerado inteligente por conta do seu uso estratégico de infraestrutura, tecnologia, serviços e comunicação no planejamento e na gestão urbana.

Este conceito, de smart cities, também aborda a verticalização das cidades, com práticas mais sustentáveis e encurtando distâncias com soluções inteligentes de transporte. Com isso, o carro tem deixado de ser o sonho de consumo da população, o que garante mais sustentabilidade e economia.

Segundo o Cities in Motion Index, do IESE Business School, localizado na Espanha, existem 9 fatores que comprovam o nível de inteligência de uma cidade:

  • Governança;
  • Administração Pública;
  • Planejamento Urbano;
  • Conexões internacionais;
  • Tecnologia;
  • Meio Ambiente;
  • Capital Humano;
  • Coesão Social;
  • Economia.

Apesar de parecer um conceito atual, as smart cities já estão consolidadas em alguns países como um assunto fundamental para o desenvolvimento sustentável. Cidades de países emergentes estão investindo em ferramentas e serviços inteligentes para atender essas mudanças e necessidades.

Porém, ao mesmo tempo, países desenvolvidos precisam melhorar sua infraestrutura urbana para se manterem competitivos e se adequarem a essa tendência.

Ok, mas parece algo muito amplo e complicado de se aplicar em grandes cidades, certo?

Errado! Quando você está na rua e decide estacionar e precisa pagar pela Zona Azul, atualmente, isso já é feito pelo celular, sem a necessidade de ir atrás de um vendedor ou estabelecimento autorizado. São essas pequenas praticidades que tornam uma cidade mais inteligente.

O mesmo se aplica nas cidades compactas que já citamos aqui no blog. No qual o conceito baseia-se em regiões onde as locomoções diárias são mais curtas, uma vez que o objetivo está no desenvolvimento de áreas adjacentes às cidades pré-estabelecidas.

Mas é importante destacarmos:

O papel de cada um no desenvolvimento de Smart Cities

É impossível que as cidades se tornem inteligentes sozinhas. Para isso acontecer é preciso a união de vários agentes. O papel da população, que é o principal usuário, na colaborações de ações e iniciativas é fundamental. Mas a participação entre governos e construtoras/incorporadoras, também é muito importante.

Para que isso fique mais claro para você, vamos falar sobre o papel de cada um dentro deste conceito:

Governo

Não podemos falar sobre grandes mudanças sem envolver o governo. Afinal, os serviços públicos são os mais afetados pelas ações das smart cities. Por isso é preciso pensar também em como fazer esse processo, sem causar transtornos e problemas.

Para que uma cidade se torne inteligente, para que não se tornem apenas ações isoladas, é importante contar com a contribuição do governo. Atitudes mais transparentes, disponibilizar dados e ter flexibilidade para lidar com disrupção são aspectos fundamentais.

Outro ponto no qual o governo pode ajudar no desenvolvimento destes projetos é com a criação de iniciativas e programas que facilitem o processo de construção.

Construtoras e incorporadoras

Para essas empresas, desenvolver smart cities significa não apenas construir empreendimentos imobiliários que visam lucro. Mas criar projetos que oferecem sustentabilidade e qualidade de vida para os seus usuários.

Isso significa criar espaços de uso compartilhado, próximos a transporte público ou com fácil acesso a vias principais da cidade, perto de serviços básicos, como: mercado, hospital, lojas, restaurantes, parques, entre outros.

Além disso, dentro dos espaços ações básicas como reaproveitamento da água da chuva, coleta seletiva, sistemas com placas solares para economia de energia, são princípios básicos de smart cities.

Por isso, toda a concepção, desde a escolha do terreno até a escolha de materiais, deve ser baseada no conceito de cidades inteligentes.

Independente do papel de cada um, é de extrema importância que o governo e as construtoras ou incorporadoras trabalhem juntas para que o empreendimento tenha sucesso.

E fique atento a nossa dica!

Smart Cities estão completamente ligadas a tecnologia e inovação. E quando pensamos nisso, imediatamente pensamos em startups.

Contar com o auxílio de startups com foco em construção civil pode ser muito útil, já que elas serão responsáveis por buscar soluções para problemas urbanos que a tecnologia pode resolver.

Com isso, graças a sua facilidade em se adaptar e desenvolver soluções, contar com a ajuda de startups pode fazer com que a evolução de smart cities seja ainda mais rápida.

Mas, ainda sim, é preciso estar ciente dos…

Principais desafios das smart cities

Sabemos que ao falar em projetos de urbanismo, há muitos desafios a serem superados. Dentre tantos, vamos destacar os mais comuns que podem ser solucionados através de smart cities:

Serviços públicos

Quando pensamos em cidades, é preciso pensar também em escolas e hospitais. E ao desenvolver smart cities é preciso pensar onde construí-las para que possam atender melhor a população. Por isso a escolha de um lugar mais central e de fácil acesso pode ser uma boa solução.

Energia

Em uma cidade inteligente você pode desenvolver soluções sustentáveis de economia e consumo de energia, utilizando, por exemplo, placas fotovoltaicas.

Lixo

Aterros sanitários são sempre um problema em qualquer cidade. Além de ocuparem muito espaço e ter mal cheiro, podem transmitir doenças e atrair bichos. Em smart cities esse problema pode ser reduzido com o reaproveitamento de materiais recicláveis e do descarte e consumo mais consciente.

Mobilidade

Nós sabemos que, principalmente nas grandes cidades, a locomoção é uma tarefa muito difícil e demorada. Normalmente, as pessoas passam horas em trânsito, dentro de carros ou ônibus, fazendo trajetos muito longos.

Em uma cidade inteligente, essa mobilidade é pensada de maneira mais eficiente, para que a população perca menos tempo se locomovendo e mais tempo usufruindo de lazer e qualidade de vida.

Com uma cidade inteligente bem projetada, você pode ultrapassar esses e outros desafios muito comuns em projetos de urbanização.

Conclusão

O conceito de smart cities tem ganhado força em todo o mundo e logo seus benefícios estarão presentes em nosso dia a dia, tornando-se uma evolução social e cultural que promete gerar novos desejos para a população.

Além disso, as cidades inteligentes promovem ideias, inclusão, aproximação, conectividade, relacionamento e compartilhamento. O que pode representar a oportunidade tão sonhada em viver uma sociedade ideal, onde todas as necessidades da população são atendidas.

Quer entender mais de desenvolvimento imobiliário encontrar mais e melhores oportunidades para empreender? Entre em contato conosco pelo link abaixo:

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly